Peças usadas para caminhões: você sabe quais os riscos de usar? - Blog Cavese Scania - Tudo sobre o seu caminhão
Peças usadas para caminhões: você sabe quais os riscos de usar?

Fazer a manutenção preventiva dos caminhões e mantê-los sempre bem conservados é uma preocupação constante na vida de todo gestor de frota. Quando o assunto é a troca de componentes, o cuidado e a atenção com peças usadas para caminhões não podem ficar de fora — afinal, são essenciais para o bom funcionamento dos veículos e afetam diretamente o sucesso do negócio.

Mesmo que a escolha das peças seja tão importante, muitas pessoas acabam comprando itens usados por terem a falsa sensação de economia. É como diz o ditado: o barato pode sair caro. Depois de pouco tempo, os problemas começam a aparecer e os motoristas percebem que não fizeram um investimento tão bom assim.

Mas quais são as desvantagens de comprar peças usadas para caminhões? Neste post, você vai conferir as respostas para essa questão e ficar por dentro de como os itens usados podem prejudicar a sua frota.

Menor segurança ao veículo e ao motorista

Em um período de 9 anos, entre 2008 e 2017, o Brasil registrou uma queda de 14% nas mortes por acidentes de trânsito. No entanto, os números continuam a assustar: no último ano, foram mais de 32 mil vítimas fatais.

Um dos principais responsáveis pelos acidentes nas estradas continua a ser a quebra ou a ineficiência de peças do veículo, o que pode causar prejuízos sérios. Isso acontece porque os equipamentos usados têm uma resistência muito menor do que os novos, o que faz com que eles não funcionem como deveriam e aumentem os riscos no trânsito.

Por isso é tão importante investir apenas em peças genuínas, para não colocar em risco a integridade dos caminhoneiros, pedestres e outros motoristas.

Comprometimento de outros equipamentos

Um grande problema em adquirir peças usadas para caminhões, é que elas podem comprometer o funcionamento de itens que antes estavam funcionando adequadamente. Ou seja, você vai pagar mais barato por componentes que vão afetar todo o sistema do veículo, reduzindo a vida útil de diversos equipamentos.

Amortecedores usados, por exemplo, podem impactar diretamente os demais acessórios da suspensão, como molas e batente, fazendo com que o veículo tenha problemas ligados à falta de ação das peças ou o seu travamento.

Baixa durabilidade

Como as peças usadas já foram empregadas em outros caminhões, naturalmente elas se desgastaram e sofreram alterações em sua eficiência e durabilidade. Dessa forma, vão precisar ser substituídas em um prazo muito menor do que itens novos.

Não é à toa que o preço desses equipamentos é tão baixo, não é mesmo? Elas já não apresentam a mesma qualidade que as peças originais e, por isso, vão apresentar uma vida útil bem inferior, além da incerteza de quanto tempo será essa durabilidade.

Se você parar para pensar, é nesse momento que a economia com itens usados não faz mais sentido, pois seu custo final será muito mais alto do que o esperado. Com os equipamentos do caminhão quebrando com uma frequência maior do que aconteceria se você usasse peças originais, as visitas à oficina e seus gastos vão aumentar cada vez mais ao longo do tempo.

Maior consumo de combustível

Muitos motoristas não sabem, mas quem instala peças usadas no caminhão pode perceber um grande aumento no consumo de combustível. Isso acontece porque elas não apresentam as mesmas características de qualidade das novas originais e desregulam os níveis de consumo com o passar dos meses.

E qual é um dos principais custos que encarecem o frete da sua frota? Se você respondeu o combustível, acertou. Quanto mais altos forem seus gastos com diesel, maiores serão as chances de seu rendimento ser comprometido e sua competitividade ser prejudicada.

Para não espantar os clientes com um valor de frete caro demais, não se esqueça de que um caminhão novo e com peças novas vai consumir muito menos combustível, ao contrário de veículos cheios de itens usados.

Perda da garantia do fabricante

No dia a dia de todo caminhoneiro, contar com a garantia fornecida pelo fabricante é muito importante, pois isso faz com que o trabalho continue a ser executado sem imprevistos e sua frota não tenha gastos desnecessários.

Caso você utilize algum acessório usado, que não seja original de fábrica, há o risco de a garantia ser perdida, o que vai trazer grandes prejuízos financeiros para o seu negócio.

Imagine esta situação: após levar o veículo para a vistoria dentro da garantia do fabricante, é constatado que você instalou um componente usado. Nesse caso, não será responsabilidade da montadora fazer o conserto necessário e você deverá arcar com todos os custos da manutenção.

Isso acontece porque, como falamos anteriormente, as peças usadas para caminhões podem comprometer o funcionamento de outros itens. Como, geralmente, elas são a fonte do problema, isso não será considerado um defeito de fábrica e a avaria não será assegurada.

Menor confiança dos clientes

Um dos pontos que mais causam impactos na reputação de uma frota de caminhão é o seu compromisso em fazer entregas sempre pontuais e dentro do prazo estipulado. Como você viu neste post, as peças usadas podem fazer com que os veículos enfrentem diversos problemas mecânicos. Naturalmente isso pode afetar (e muito) a agilidade e a qualidade de seu frete.

Caso alguma peça quebre com frequência, o caminhão ficará parado na garagem para manutenção por muito mais tempo do que deveria. Assim, as oportunidades de trabalho vão diminuir e sua frota perderá cada vez mais espaço no mercado.

Outra consequência desse cenário é que você não vai conseguir atender às necessidades de seus clientes, o que mancha a imagem e a reputação da frota. Com isso em mente, pense bem antes de instalar componentes usados em seus veículos, pois os resultados podem ser irreversíveis para o negócio.

As peças usadas para caminhões podem passar uma falsa impressão de economia, mas não têm a garantia de que vão funcionar bem e podem comprometer seriamente as funções do veículo. Por isso, os equipamentos novos são sempre a melhor opção, pois estão prontos para serem instalados e não vão causar nenhum dano ao seu caminhão. Uma segunda alternativa confiável a se considerar é a compra de peças remanufaturas de qualidade, que também garantem a segurança do seu veículo e dos passageiros.

Se você gostou deste texto, aproveite para continuar sua visita no blog e veja como os Serviços Conectados Scania contribuem para a redução de custos com manutenção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *