Entenda como fazer licenciamento de caminhão de forma eficiente - Blog Cavese Scania - Tudo sobre o seu caminhão
Entenda como fazer licenciamento de caminhão de forma eficiente

Assim como para os carros de passeio, os caminhões também precisam estar licenciados para poderem rodar normalmente. Para você que possui um caminhão ou até mesmo uma frota deles, é muito importante estar com esse documento em dia para evitar surpresas como multas, apreensões e remoções dos veículos, comprometendo dias de serviço do seu trabalho. Neste artigo, vamos explicar o que é e como ocorre o licenciamento de caminhão, mas não vamos parar por aqui.

Também vamos lhe dar dicas relevantes do que é possível fazer para realizar essa tarefa de forma mais eficiente, por exemplo: tirar o documento pela internet, diluir os pagamentos levando em conta a placa do veículo, dentre outras informações. Confira!

O que é e para que serve o licenciamento de caminhão?

Esse se trata de um serviço que deve ser renovado todo ano pelo proprietário do veículo, que, ao final do processo, vai obter o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). O documento é obrigatório e permite que o condutor rode com o caminhão por todo território brasileiro.

Ao ter a posse desse certificado, comprova-se que o veículo está apto a rodar nas condições estipuladas pelo órgão regulador (DETRAN). Essas condições abrangem tanto questões de segurança quanto questões de emissão de ruídos e poluentes.

Como posso fazer o licenciamento de caminhão?

Dependendo do estado o licenciamento pode ser realizado de duas formas: presencialmente ou eletronicamente. Presencialmente, o CRLV pode ser retirado em centros unificados de confecção de documentos ou diretamente no Detran onde o seu veículo está registrado.

No caso do Detran/SC, é possível ainda realizar a retirada do CRLV em qualquer município do estado, independentemente de onde o seu veículo estiver registrado, bastando realizar uma solicitação mediante um requerimento justificado com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica.

Para iniciar a retirada de fato, é necessário apresentar os seguintes documentos:

  • documento de identificação pessoal;
  • número do RENAVAM ou caracteres da placa do caminhão;
  • comprovante de pagamento da taxa de expedição do licenciamento (inclusive de licenciamentos não quitados de anos anteriores);
  • comprovante de pagamento de quitação de débitos relativos a tributos, DPVAT;
  • Certificado de Segurança Veicular (CSV) atualizado, para veículos movidos a Gás Natural Veicular (GNV).

Em alguns estados como São Paulo, há ainda a opção de o certificado ser enviado diretamente para a sua residência quando estiver pronto, mediante a cobrança de uma taxa extra.

E como já destacamos, em determinados estados, também existe uma outra possibilidade, que é por meio eletrônico, podendo ser feito na internet por meio do Sistema de Licenciamento Eletrônico (SLE). Esse serviço é prestado via sistema bancário (agências, caixa e internet) e o documento é entregue pelos correios. Para obtê-lo, siga o simples passo a passo descrito abaixo:

  1. Utilize o número do RENAVAM para pagar a taxa de emissão do novo CRLV e a de envio pelos Correios (pode ser paga em agências, caixas ou pelo sistema de internet do banco);
  2. Nessa etapa, basta aguardar a chegada do novo CRLV em sua residência cadastrada.

Caso o documento não seja entregue no prazo, acesse o portal do Detran do seu estado e busque o código de rastreamento para acessar o portal dos correios e acompanhar o envio.

Infelizmente  serviço de entrega pelos correios ainda não está totalmente difundido pelo Brasil. Alguns Detrans — como o Detran/SC — ainda não oferecem esse serviço, gerando a necessidade de o proprietário do veículo ter que realizar o licenciamento presencialmente.

Como realizar essa tarefa de maneira eficiente?

Além de realizar o pagamento por meio eletrônico, o que já ajuda a poupar tempo e paciência, a maneira como se paga também é de extrema importância para efetuar essa tarefa da maneira mais eficiente possível. Como o licenciamento antecipado — diferentemente do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) — não recebe desconto no pagamento prévio, não há motivos para que ele seja efetuado nessa data.

Em casos de frotas de caminhões, o prejuízo financeiro pode ser ainda maior. Não só pelo impacto proveniente das contas do início do ano, mas também porque a quitação dessas despesas pode ser realizada de uma forma mais rentável.

Abaixo, como exemplo, podemos ver o calendário estipulado pelo Detran-SP para o pagamento do licenciamento de acordo com o final da placa do caminhão.

  • placas terminadas com os numerais 1 ou 2: pagamento até setembro;
  • placas terminadas com os numerais 3, 4 ou 5: pagamento até outubro;
  • placas terminadas com os numerais 6, 7 ou 8: pagamento até novembro;
  • placas terminadas com os numerais 9 ou 0: pagamento até dezembro.

Desse modo, é possível realizar um planejamento ao longo do ano para não precisar pedir empréstimos e acabar prejudicando as operações da empresa. O melhor caminho é captar e investir os valores durante os meses iniciais do ano, diluindo o pagamento.

Assim, além de diminuir a dificuldade no momento de fazê-lo, o rendimento obtido dos investimentos poderá ser utilizado em outras atividades do exercício. Por isso, confira o site do Detran do seu estado e consulte as datas limites para melhor se planejar com eficiência.

No que atentar antes de fazer o licenciamento?

Antes de se locomover até uma agência e fazer o pagamento do CRLV, fique atento a algumas restrições e impedimentos que podem causar dor de cabeça na hora de retirar o documento:

  • restrição judicial, administrativa ou penal;
  • registro no sistema de identificação antigo (2 letras e 4 algarismos);
  • alteração nas características do caminhão ou mudança de categoria;
  • gravame ou restrição relacionada com a transferência de propriedade.

Todos os pontos acima impedem que o licenciamento, assim como a emissão de segunda via sejam realizados. Outro fator importante é com relação à mudança do município de domicílio ou residência do proprietário do caminhão, que implica a expedição de um novo Certificado de Registro de Veículos (CRV) ou CRLV.

Chegamos ao fim do nosso artigo, após muitas dicas e informações de como realizar o licenciamento de caminhão de uma forma eficaz, buscando a economia de tempo e dinheiro. Deve-se ter em mente que o licenciamento é muito importante para estar em dia com a legislação e poder atuar sem preocupações e sustos. Portanto, esteja sempre em dia com os documentos necessários e utilize as dicas acima quando for renovar a licença.

Gostou das nossas dicas sobre como fazer um licenciamento de caminhão de maneira mais eficiente? Então, nos ajude a disseminar esse conhecimento: compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais favoritas para que mais pessoas tenham acesso a essas informações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.