Conheça os tipos de óleo para caminhão e para que serve cada um - Blog Cavese Scania - Tudo sobre o seu caminhão
Conheça os tipos de óleo para caminhão e para que serve cada um

Até mesmo entre os profissionais do transporte é possível encontrar uma parcela de proprietários que desconhecem a importância do óleo para caminhão no funcionamento de seus veículos.

Entre os veículos abastecidos a diesel, como é o caso da maioria dos caminhões, o óleo costuma ter um grande leque de funções, possibilitando a refrigeração do motor, oferecendo uma resistência extra aos componentes internos no combate à corrosão e colaborando, até mesmo, na diminuição do nível de ruído. 

Além disso, também é interessante conhecer os diferentes tipos de óleo para caminhão, já que existem fluidos específicos tanto à aplicação no motor quanto na transmissão. Sobretudo, a troca do óleo é um procedimento fundamental na extensão da vida útil do bem, sendo indispensável seguir as orientações da fabricante.

Pensar no bom funcionamento dos caminhões é uma responsabilidade de um gestor de frota, conhecer os tipos de óleo para caminhão e saber para que serve cada um pode ajudar a manter o bom funcionamento da máquina.

Quais são os diferentes tipos de óleo para caminhão e suas funções?

Primeiramente, saiba que existem óleos específicos, recomendados para diferentes componentes — como motor, caixa de câmbio e transmissão. Dentre essas aplicações, você ainda precisará estar atento às recomendações presentes no manual do veículo, já que existem inúmeros produtos no mercado, com várias finalidades e especificações diferentes. 

Para o motor

Essencialmente, todo óleo lubrificante serve para garantir fluidez no funcionamento de uma máquina. Apesar de alguns consumidores negligenciarem a importância das marcas e especificações na hora da compra, apenas os fluidos de alta qualidade garantem um excelente desempenho. 

Além disso, tratando-se da composição dos óleos ao motor, existem dois tipos amplamente utilizados: o mineral e o sintético. O mineral é composto a partir do refinamento básico do petróleo, sem a adição de outros compostos químicos, sendo, portanto, a opção mais barata e de menor durabilidade. 

Já o óleo sintético é sintetizado a partir da combinação do óleo mineral com inúmeros aditivos químicos, que acabam proporcionando uma solução com altíssima durabilidade, o que ocasiona menos borra ao mesmo tempo em que melhora a autonomia dos caminhões. Devido à sofisticação de sua fórmula, apresenta um valor elevado. Entretanto, os prós desse lubrificante acabam entregando uma melhor relação custo-benefício.

Ao aplicar óleo de boa qualidade no motor do caminhão — adequado às especificações exigidas em manual — você garantirá a melhor conservação possível para a máquina. Isso porque o óleo lubrificante será responsável por:

  • promover a limpeza do motor, impedindo o acúmulo de detritos metálicos que ocasionam a abrasão dos componentes internos;

  • proteger os componentes internos da oxidação, garantindo estabilidade térmica; 

  • evitar o superaquecimento do motor, promovendo refrigeração por onde o fluido circula.

Além dos três benefícios gigantescos listados, o óleo lubrificante, como seu nome sugere, promove uma ação desengripante nos componentes internos, garantindo um funcionamento sem engasgos, ao mesmo tempo em que previne fatores nocivos à uma operação mecânica, como a corrosão ou a oxidação.

Outra coisa importante de ressaltar: a utilização de óleos de alta qualidade auxilia, até mesmo, no aumento dos períodos de substituição. Isso acontece pois os fluidos de qualidade química garantem o máximo de eficiência, com o menor gasto possível. Literalmente, fazem mais com menos.

Para o câmbio

Visando o melhor funcionamento do seu caminhão, já existem produtos incríveis no mercado que garantem o melhor desempenho possível da sua caixa de câmbio. Em fundamento, o óleo utilizado no câmbio tem a mesma finalidade que os utilizados no motor. 

No entanto, apresenta algumas diferenças químicas em sua composição, proporcionando benefícios específicos ao componente, como:

  • maior eficiência na transmissão de força; 

  • maior resistência no suporte de cargas mais pesadas;

  • maior proteção, combatendo o desgaste das engrenagens.

Por fim, a cereja do bolo fica na redução dos custos com a manutenção do câmbio, sem esquecer de todos os benefícios do óleo do motor, que também estão presentes, como a maior resistência contra a corrosão e oxidação, além de uma melhor lubrificação.

Para a transmissão

Finalmente, mas não menos importante: o óleo destinado ao uso nas transmissões. Como você já pode imaginar, ele repete os benefícios das aplicações anteriores, com a soma de alguns específicos a esse componente. Por exemplo: 

  • reduz os custos operacionais;

  • estende a vida útil das vedações;

  • aumenta a capacidade de suportar cargas pesadas;

  • prolonga a vida útil das engrenagens e rolamentos, evitando a formação de resíduos.

Qual a importância de fazer a substituição do óleo?

Resumidamente, o óleo lubrificante é um produto fundamental para evitar dores de cabeça com o seu caminhão. Afinal de contas, a utilização e substituição adequada desses fluidos impede tanto o desgaste acelerado das peças, quanto gastos desnecessários com manutenções antecipadas.

Por que é recomendável comprar e substituir o óleo em concessionárias autorizadas e de boa reputação?

Pela confiabilidade. Acredite, não existe profissional mais capacitado a respeito das especificidades do seu veículo do que aqueles encontrados no interior da concessionária da marca do seu caminhão. 

Além de ser uma oportunidade para tirar todas as dúvidas a respeito da sua máquina, você ainda terá a garantia de que todos os componentes instalados, fluidos aplicados ou peças substituídas respeitem as especificações do seu veículo.

Portanto, procurar as concessionárias licenciadas para efetuar a substituição garantirá o melhor desempenho possível, com um prolongamento significativo da vida útil do seu caminhão. Até porque, os profissionais responsáveis pelas manutenções desejam que o seu veículo obtenha a melhor performance, sem a intenção vazia de vender o óleo mais caro. 

Existe algum período predeterminado para a troca dos óleos?

Atualmente, já podemos dizer que essa é uma realidade datada. No passado era bastante comum a popularização de períodos de quilometragem entre os consumidores. O senso comum acabava determinando a troca quase que aleatoriamente: “a cada 30 mil km, 20 mil km“. Mas isso mudou! 

A Scania enxergou a falta de sentido na recomendação desses períodos, já que não se pode saber as condições de rodagem de todos os motoristas. Dessa maneira, a montadora passou a disponibilizar o Plano de Manutenção Flexível, que é desenvolvido de acordo com a atividade do cliente. 

Esse método já tem mostrado seus resultados, com inúmeros clientes satisfeitos. O plano de manutenção customizado permite um aumento bem considerável no período da substituição do óleo, com alguns clientes efetuando a troca aos 53 mil km! Ficou interessado? Confira o descritivo da novidade.

Entendeu mais sobre os detalhes e funções do óleo para caminhão? Então aproveite a visita no blog e assine nossa newsletter. Dessa forma, você receberá mais conteúdos como este diretamente na sua caixa de entrada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *